fbpx

Orgânicos in Box: como tudo começou

Em 2014 o Rio de Janeiro era outro. Não faz tanto tempo assim, mas nos últimos anos a cidade se transformou no quesito comida. Até então não era fácil encontrar orgânicos, nem nos maiores mercados. Na verdade, pouco se falava neles.

Nesse mesmo ano nossa sócia-fundadora Aline e seu companheiro Edu, então grávidos de sua primeira filha e inspirados por vivências no exterior, estavam determinados a construir um mundo melhor através da alimentação. Lá atrás sua missão já era a mesma de hoje: fortalecer a produção e democratizar o consumo de orgânicos no Rio de Janeiro. E foi através das cestas de orgânicos que eles buscaram um negócio com um propósito alinhado à saúde, à sustentabilidade e à economia colaborativa, fomentando um mundo mais justo e bom para sua filha, Tainá, que estava chegando.

Foi com essa ideia na cabeça que Aline visitou a maior feira de orgânicos do Brasil e lá conheceu diversos fornecedores de frutas, legumes e produtos de mercearia com certificação orgânica. Voltando ao Rio, ela já tinha a ideia pronta: fornecer orgânicos através de cestas direto do produtor. Então, depois de apresentar a proposta a alguns feirantes orgânicos, três produtores compraram a ideia e entraram na rede do que logo mais seria a Orgânicos in Box.

Outra coisa curiosa sobre o ano de 2014 é que nessa época o Facebook era mais popular do que o Instagram, e foi lá que o nosso negócio começou para valer. O sistema era simples: Aline convidou os amigos do Facebook e, com a ajuda de um formulário do Google, recebia os pedidos e fazia as encomendas direto com os produtores.

E o grupo cresceu, passando rapidamente de 250 participantes a quase 15.000 integrantes. O boca a boca foi forte, e mais de 20 mil cestas foram entregues sem nenhum anúncio ou publicidade. Mas logo o Facebook deixou de dar conta da demanda, e a coisa precisou ficar mais séria. Foi quando a Orgânicos in Box começou a funcionar em um centro de distribuição na Tijuca, e a vender as cestas através de sua própria loja. Ah, e a Tainá ganhou um irmãozinho, o João!

Também foi mais ou menos nessa época que o Edu resolveu investir em outros projetos e a Aline reencontrou o Filipe, um amigo da faculdade de economia da UFRJ, e o convidou para fazer parte dessa rede. Filipe topou, e com ele a Carla, a primeira funcionária da Orgânicos in Box, também se juntou à sociedade.

Hoje a Orgânicos in Box é liderada por essas três pessoas que acreditam no futuro dos orgânicos. Aqui na nossa loja na Tijuca recebemos todos os alimentos e montamos cada cesta que mandamos para os nossos clientes. Atualmente trabalhamos com cinco modelos de cestas prontas, além da cesta personalizada, que você pode montar do jeito que quiser.

Como começou a Orgânicos in Box?

Temos muito orgulho da nossa história e da nossa trajetória, e nesse caminho vimos com nossos próprios olhos como é importante uma rede forte de produtores e de consumidores engajados com a missão de se alimentar de forma mais orgânica e saudável. E que alegria é saber que podemos contar com essa rede!

Se depender da gente, o Rio de Janeiro será todo orgânico. Faça parte dessa história também e espalhe a boa nova: o futuro é orgânico e ele é possível!

***

Dúvidas cobre como funciona? Clique aqui e saiba mais.

Shopping Cart
0